Shelley Winters

Shirley Schrift, nascida em St. Louis, em 18 de agosto de 1920, e falecida em Beverly Hills, em 14 de janeiro de 2006, foi uma premiada atriz norte-americana.

Ao longo de uma carreira de seis décadas, Shelley Winters provou ser uma presença forte altamente prolífica no palco e na tela. Quando adolescente, ela fez o teste para o cobiçado papel de Scarlett O´Hara com seu forte sotaque sulista, o que levou o diretor George Cukor a sugerir que ela considerasse a faculdade. Destemida, Winters persistiu e conseguiu um papel substituto na produção de "The Time of Your Life". No ano seguinte, ela fez sua estréia na Broadway em "The Night Before Christmas". A loira voluptuosa logo chamou a atenção de olheiros e assinou contrato pela Columbia Pictures em 1943. Winters fez testes e somente ganhou um papel em "Knickerbocker Holiday" (1944) na United Artists de tanto perturbar o chefe do estúdio Harry Cohn.

Depois disso George Cukor a ajudou, lançando-a em um importante papel em "A Double Life (1947)" (1947). O filme foi um grande sucesso, e seu papel era de uma garçonete rechonchuda que se apaixona por um ator (Ronald Coleman).

Winters lutou muito para conseguir o papel de uma operária tímida que se apaixona por um rapaz que quer entrar na alta sociedade, em "A Place in the Sun" (1951). O diretor inicialmente não queria dirigi-la por causa de sua personalidade estridente. Winters encontrou-se com ele, vestida sem maquiagem. Stevens ficou impressionado o suficiente, mas pediu a ela para fazer um teste, dando-lhe o papel depois. Sua atuação lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz. A desvantagem é que esse papel lhe criou um estigma de papeis de mulheres donas de casa. Mesmo assim, ela encarnou essas características em filmes aclamados como "Executive Suite" (1954) e "The Big Knife" (1955). Charles Laughton também aproveitou essa veia quando a colocou como a viúva sensual de um ladrão (Robert Mitchum) no filme "Night of the Hunter".

Em 1959 fez o filme The Diary of Anne Frank, novamente dirigida por George Stevens. Por esse filme, recebeu o Oscar de "Melhor Atriz Coadjuvante".

Em 1962, a atriz interpretou a mãe da ninfeta "Lolita", no filme de mesmo nome, dirigido por Stanley Kubrick e baseado em romance de Nabokov. Os críticos consideram essa como a sua melhor atuação e, por ela, recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de "Melhor Atriz Coadjuvante".

O segundo Oscar veio com A Patch of Blue, de 1965, dirigido por Guy Green. Ainda nos anos 60, Shelley Winters apareceu em outros produções, como Alfie, de 1966, refilmado em 2004, e Harper – O caçador de aventuras (Harper, de 1966).

Nos anos 70, a atriz recebeu nova indicação ao Oscar e ganhou seu único Globo de Ouro, desta vez pela personagem obesa e com talento para a natação, em O destino do Poseidon, de Ronald Neame. Winters engordou vários quilos para o papel, e nunca mais os perdeu.

Shelley Winters teve ainda mais cinco participações de destaque no cinema, em 1971 em Who slew auntie Roo?, na comédia Next Stop, Greenwich Village, de 1975, dirigido por Paul Mazursky; no suspense The Tenant, de 1976, dirigido por Roman Polanski; em S.O.B., de 1981, dirigido por Blake Edwards; e a adaptação de Henry James The Portrait of a Lady, de 1996, de Jane Campion.

Shelley Winters tinha reputação de ser uma mulher provocativa, de falar sempre o que pensava e de ter uma opinião política sempre muito forte. Teve casos com William Holden, Burt Lancaster, Marlon Brando, Clark Gable, Sean Connery, Sterling Hayden e Errol Flynn. Foi casada três vezes: a primeira, com o empresário Paul Meyer; a segunda, durante dois anos, com o ator Vittorio Gassman, e com quem teve uma filha chamada Vittoria; e a terceira, com o também ator Anthony Franciosa.

A atriz escreveu duas autobiografias: Shelley: Also Know as Shirley e Shelley II: The Middle of My Century.

Shelley Winters morreu de insuficiência cardíaca, decorrente de um ataque cardíaco e, além da filha Vittoria, deixou dois netos e o companheiro com quem vivia havia algum tempo, Jerry DeFord.

Na década de 1940, quando tentava o sucesso como atriz, Shelley Winters e Marilyn Monroe dividiram um apartamento.

Ela doou seu Oscar de 1959 para a Casa Anne Frank, em Amsterdã.

Em suas memórias, Winters relata seus muitos casos amorosos, incluindo aqueles com Errol Flynn, Marlon Brando, Burt Lancaster, Adlai Stevenson, Sean Connery e William Holden, entre outros.

"Ela é excêntrica, altamente talentosa, original, incomum, criativa, extraordinariamente desafiante, extremamente difícil de se trabalhar, mas muito útil para minha carreira." - Debbie Reynolds.

"Eu acho que porque Shelley era uma mulher bonita, loira e trabalhou na época de onde aqueles papeis no cinema proliferaram, ela atuou em papeis de joão-ninguém, vítimas e prostitutas - e ainda de alguma forma, você sempre soube que havia uma força lá, que tinha muita força. --Gloria Steinem citado no Los Angeles Times, 09 de abril de 1995.

"A única cena de amor que eu tentei fazer foi em ´Lolita´, com James Mason. Eu tinha que tirar meu robe e aconchegar-se a ele na cama. Não consegui fazê-lo, pois cai para fora da cama quebrei seus óculos". - Winters.

"Eu tenho quatro indicações ao Oscar e dois Oscar, e adivinhem? As pessoas me conhecem por "Roseanne", onde eu atuo como a avó." - Winters, dezembro de 1996.

Ela foi citada no The New York Times em julho de 1998, quando admitiu ter mentido sobre sua idade durante anos e que, na realidade, ela nasceu em 1920 não 1922.

Winters uma vez resumiu sua vida como "um apartamento em Nova York, dois Oscars, três casas na Califórnia, quatro filmes de sucesso, cinco pinturas impressionistas, seis casacos de vison, e 99 filmes."

Indicação ao Oscar de "Melhor Atriz" pelo filme A Place in the Sun de 1951.

Oscar de "Melhor Atriz Coadjuvante" pelo The Diary of Anne Frank, de 1959.

Indicação ao Globo de Ouro de "Melhor Atriz Coadjuvante" pelo filme Lolita, de 1962.

Como atriz de televisão, Winters ganhou seu primeiro e único Emmy Award de Melhor Desempenho Individual de Atriz em um episódio de Bob Hope Presents: The Theatre Chrysler, de 1964.

Oscar de "Melhor Atriz Coadjuvante" pelo filme A Patch of Blue, de 1965.

Indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme The Poseidon Adventure, de 1972.

Winters foi homenageada com um prêmio no Hollywood Film Festival em Agosto de 1998.

La bomba (1999)
Gideon (1999)
The Portrait of a Lady (1996)
Raging Angels (1995)
Mrs. Munck (1995)
Jury Duty (1995)
Backfire! (1995)
Heavy (1995)
Il silenzio dei prosciutti (1994)
The Pickle (1993)
Weep No More, My Lady (1992) (TV)
Stepping Out (1991)
Touch of a Stranger (1990)
An Unremarkable Life (1989)
Purple People Eater (1988)
The Delta Force (1986)
Witchfire (1986)
Very Close Quarters (1986)
Alice in Wonderland (1985) (TV)
Déjà Vu (1985)
Over the Brooklyn Bridge (1984)
Ellie (1984)
Fanny Hill (1983)
Emma and Grandpa on the Farm (1983) (TV)
Looping - Der lange Traum vom kurzen Glück (1981)
S.O.B. (1981)
Rudolph and Frosty´s Christmas in July (1979) (TV)
City on Fire (1979)
Stridulum (1979)
Elvis (1979) (TV)
King of the Gypsies (1978)
The Initiation of Sarah (1978) (TV)
Pete´s Dragon (1977)
Un borghese piccolo piccolo (1977)
Tentacoli (1977)
Gran bollito (1977)
Mimì Bluette … fiore del mio giardino (1977)
Frosty´s Winter Wonderland (1976) (TV)
Le locataire (1976)
Next Stop, Greenwich Village (1976)
La dahlia scarlatta (1976)
That Lucky Touch (1975)
Diamonds (1975)
Journey Into Fear (1975)
Poor Pretty Eddie (1975)
The Sex Symbol (1974) (TV)
Big Rose: Double Trouble (1974) (TV)
Cleopatra Jones (1973)
Blume in Love (1973)
The Devil´s Daughter (1973) (TV)
The Poseidon Adventure (1972)
Adventures of Nick Carter (1972) (TV)
Something to Hide (1972)
A Death of Innocence (1971) (TV)
Revenge (1971) (TV)
What´s the Matter with Helen? (1971)
Whoever Slew Auntie Roo? (1971)
Flap (1970)
How Do I Love Thee? (1970)
Bloody Mama (1970)
Arthur! Arthur! (1969)
The Mad Room (1969)
Buona Sera, Mrs. Campbell (1968)
Wild in the Streets (1968)
The Scalphunters (1968)
Enter Laughing (1967)
Alfie (1966)
Harper (1966)
The Three Sisters (1966)
A Patch of Blue (1965)
The Greatest Story Ever Told (1965)
A House Is Not a Home (1964)
Gli indifferenti (1964)
Wives and Lovers (1963)
The Balcony (1963)
The Chapman Report (1962)
Lolita (1962)
The Young Savages (1961)
Let No Man Write My Epitaph (1960)
Odds Against Tomorrow (1959)
The Diary of Anne Frank (1959)
I Died a Thousand Times (1955)
The Treasure of Pancho Villa (1955)
The Big Knife (1955)
I Am a Camera (1955)
The Night of the Hunter (1955)
To Dorothy a Son (1954)
Mambo (1954)
Executive Suite (1954)
Playgirl (1954)
Saskatchewan (1954)
Tennessee Champ (1954)
My Man and I (1952)
Untamed Frontier (1952)
Phone Call from a Stranger (1952)
Meet Danny Wilson (1951)
The Raging Tide (1951)
Behave Yourself! (1951)
A Place in the Sun (1951)
He Ran All the Way (1951)
Frenchie (1950)
South Sea Sinner (1950)
Winchester ´73 (1950)
Johnny Stool Pigeon (1949)
The Great Gatsby (1949)
Take One False Step (1949)
Cry of the City (1948)
Larceny (1948)
Red River (1948)
Killer McCoy (1947)
A Double Life (1947)
The Gangster (1947)
Living in a Big Way (1947)
New Orleans (1947)
Abie´s Irish Rose (1946)
Susie Steps Out (1946)
Two Smart People (1946)
The Fighting Guardsman (1946)
A Thousand and One Nights (1945)
Escape in the Fog (1945)
Tonight and Every Night (1945)
Together Again (1944)
Dancing in Manhattan (1944)
She´s a Soldier Too (1944)
Cover Girl (1944)
Knickerbocker Holiday (1944)
Sailor´s Holiday (1944)
What a Woman! (1943)
There´s Something About a Soldier (1943)

Galeria

Pode fazer uma doação?

Ajude-nos a manter o site no ar! Clique aqui.